terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

O Papa é Pop

Ao que parece, o Papa Bento 16 deixou de lado a música sacra, os cantos gregorianos e a música erudita e perdoou a música pop. O jornal semi-oficial do Vaticano, “L´Osservatore Romano”, publicou neste fim de semana uma lista elegendo os melhores discos da música pop-rock mundial.
Hã? É isso mesmo que você ouviu. Eu disse música pop. Aquela mesma música pop que já foi classificada pela Santa Sé como uma “obra do Diabo”.
Por incrível ironia do destino, alguns dos álbuns “perdoados” chegam a surpreender e não são escolhas óbvias. São os casos, por exemplo, de “Thriller”, onde o falecido Michael Jackson é um lobisomem e dança com zumbis. Em “Revolver”, os Beatles ainda estão na onda psicodélica e assumidamente influenciados por drogas. Já o U2, no “Achtung Baby” não deixa por menos e dá umas cacetadinhas na Igreja Católica.
Quem te viu,l quem te vê. Como ja diziam os Engeiros do Hawai lá nos idos 80, o Papa agora é pop. Quem diria, hein?!
Confira abaixo a lista de discos selecionados pelo Vaticano como os “10 Mandamentos” da música pop:

1. The Beatles - Revolver
2. David Crosby - If I could Onl
y Remember My Name
3. Pink Floyd - The Dark Side of the Moon
4. Fleetwood Mac - Rumours
5. Donald Fagen - The Nightfly
6. Michael Jackson - Thriller
7. Paul Simon - Graceland
8. U2 - Achtung Baby
9. Oasis - (What's the story) Morning Glory
10. Carlos Santana - Supernatural