terça-feira, 25 de maio de 2010

Labioplastia, a Intimidade Feminina no Bisturi

linha fina 
A labioplastia (ou design vaginal) é uma técnica cirúrgica que reduz os pequenos lábios vaginais hipertrofiados.


A popularização da cirurgia plástica no Brasil navega a todo vapor. Muitas mulheres descontentes com o corpo fazem cirurgias estéticas para corrigir alguns “defeitinhos” de fábrica ou até pra aumentar a auto-estima.
E essa busca pelo look perfeito acaba de ganhar uma versão até certo ponto polêmica: a cirurgia íntima, um procedimento que vem ganhado muitas adeptas nos últimos tempos. A operação é bem simples, mas capaz de redesenhar o órgão genital feminino conforme a vontade (ou a necessidade) da mulher.
Depois dos seios, o que começa a incomodar a mulher atual é a aparência de sua vagina, sobretudo o tamanho dos lábios vaginais. Muitas acham que eles são grandes demais, caídos, murchos ou escuros. Para aquelas que estão insatisfeitas com o seu look íntimo, a mágica atende pelo nome de labioplastia (também conhecida como “rejuvenescimento vaginal” ou “design vaginal”).




A labioplastia é uma técnica cirúrgica que reduz os pequenos lábios vaginais hipertrofiados. Segundo os médicos, o procedimento é feito com anestesia local. A intervenção consiste basicamente em promover um corte nos pequenos lábios para a retirada do excesso de pele seguida da respectiva sutura do local. Em alguns casos a cirurgia é necessária, principalmente quando o excesso de pele torna o ato sexual desconfortável .Aliás, essa técnica já é quase uma jovem-senhora: tem uns 30 anos.
E o melhor de tudo: não deixa cicatriz aparente e nem provoca perda da sensibilidade. Pode ser realizada no em consultório ou no hospital. A pessoa é liberada no mesmo dia, mas tem de ficar por 30 dias sem atividade sexual. E o preço? Bem, o preço para se obter uma vagina quase novinha em folha pode variar entre 2 a 6 mil reais. Veja aqui mais fotos do antes e depois e aqui outras informações úteis.
____________
Conheça outras técnicas cirúrgicas
Perineoplastia - cirurgia para reconstruir a musculatura da região, que pode ficar alterada após sucessivos partos naturais ou com a idade. Muitas vezes é feita pelo próprio obstetra. O problema muitas vezes provoca a queda da bexiga e causa incontinência urinária, além de interferir na vida sexual.
Estreitamento do canal vaginal - também indicada nos casos em que houve alargamento devido a sucessivos partos naturais ou com a idade e que a perda de elasticidade interfere no sexo.
Lipoaspiração no "monte de Vênus" - procedimento para eliminar o excesso de gordura na região púbica. Em geral, são necessárias duas ou três incisões, de menos de um centímetro cada.
Clareamento vaginal - cirurgia para amenizar o escurecimento dos lábios vaginais, que pode ter causa hormonal ou uma característica natural da mulher. Parte da mucosa em que estão concentrados os pigmentos é retirada.
Clitoriplastia - pouco comum, a cirurgia é indicada para reconstituição do clitóris em casos de circuncisão feminina, ou quando, por problemas de má-formação, o clitóris fica encoberto, prejudicando o prazer sexual.
Himenoplastia - a reconstituição do hímen é um procedimento simples, em que o cirurgião usa um retalho extraído da mucosa vaginal da própria paciente. Médicos têm opiniões diferentes sobre os casos em que a operação se justifica. (retirado daqui).
grauna   logo