quarta-feira, 2 de junho de 2010

Cientistas criam spray contra ejaculação precoce

Para aqueles que têm uma hipersensibilidade na glande ou alto reflexo ejaculatório, digamos assim, vai aqui uma ótima notícia. Segundo um estudo publicado no British Journal of Urology, uma equipe internacional de urologistas testou com sucesso em 200 homens com problemas de ejaculação precoce um medicamento quase milagroso. Trata-se do spray PSD502.
Aplicado 5 minutos antes do ato sexual, ele retarda em até 6 vezes o momento do orgasmo. Assim, o tempo transcorrido entre a penetração e a ejaculação aumentou, em média, de 30 segundos para 3 minutos e 48 segundos no grupo medicado.
O PSD502 foi testado em 31 centros clínicos no Reino Unido, República Checa, Hungria e Polônia, durante um período de 3 meses em um grupo de 300 homens, 200 dos quais utilizaram o spray e 100 um placebo. Em comparação, os homens que testaram o placebo conseguiram manter a ereção por apenas um pouco mais de 90 segundos.
Composto por lidocaína e prilocaína, 2 anestésicos, o tal spray pode entrar no mercado em 2 anos. Ou seja, os apressadinhos terão de esperar mais um pouco para ter os seus quase 4 minutos de fama.
Em outras palavras, para aqueles que gostam de comparações: 4 minutos é mais ou menos o tempo que se leva pra cozer um ovo de galinha, descascá-lo e comê-lo. Romântico, né não?
______________
O ideal é de 3 a 13 minutos
Ao contrário doss estereótipos cantado em versos e prosa, a duração ideal para uma relação sexual está longe das fantasias de longas maratonas de sexo. O ideal é que a atividade sexual dure entre 3 e 8 minutos. Pelo menos é o que dizem os pesquisadores.