sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Foto de afegã mutilada pelo marido vence concurso

A fotógrafa sul-africana Jodi Bieber venceu o prêmio internacional World Press Photo 2011, um dos mais cobiçados do fotojornalismo mundial, pela imagem de Bibi Aisha, uma jovem afegã de apenas 18 anos que teve o nariz e as orelhas amputadas por não obedecer ao seu marido.
A imagem foi eleita entre  um total de 108.059 fotos e ilustrou a capa da edição de 01/08/10 da revista norte-america Time. Depois de sua publicação se tornou um dos símbolos da violência contra a mulher no Afeganistão e no resto do mundo.
Esta imagem é o retrato nu e cru da realidade vivida por algumas mulheres, que em pleno século 21 são ainda tratadas como mercadoria exposta em supermercado e sobre ela se tem o direito de posse. É uma questão cultural? Às favas a cultura. Nenhuma cultura pode estar acima da dignidade e dos Direitos Humanos.