quarta-feira, 8 de junho de 2011

Os biodegradáveis podem ser bem mais nocivos

assinatura post Os produtos biodegradáveis (decomposto por microorganismos) ​​são muitas vezes defendidos como alternativa ecológica em substituição ao plástico e tidos como uma solução ambiental. Entretanto, um novo estudo sobre meio ambiente traz uma péssima noticia.

Segundo pesquisa realizada nos Estados Unidos e publicado na Environmental Science & Technology, os produtos chamados biodegradáveis nem sempre têm um baixo impacto ecológico como se imagina, caso não sejam descartados em aterros sanitários específicos para este fim (para lixo orgânico). Este é o caso, por exemplo, das sacolas e utensílios domésticos de plástico.
Isso porque quando colocados em aterros não preparados,  de sua decomposição resultará a liberação de metano, um dos gases responsáveis ​​pelo aquecimento global e muito mais prejudicial ao meio ambiente do que o CO2.
“O metano pode ser uma valiosa fonte de energia quando capiturado e usado, mas se liberado diretamente na atmosfera é um dos principais gazes do efeito estufa”, explica Morton Barlaz, um dos pesquisadores e chefe do departamento de Engenharia Civil e Ambiental da Universidade do Estado da Carolina do Norte.
Assim, o melhor a fazer com os produtos biodegradáveis é não jogá-los simplesmente no lixo comum, mas juntá-los a outros materiais para que sejam reciclados.