quarta-feira, 20 de julho de 2011

Suplemento alimentar não emagrece mas alivia TPM

assinatura post Os suplementos alimentares são os produtos mais procurados por pessoas que querem acelerar a queima de gordura corporal. Entretanto, não existe cientificamente comprovado que um suplemento promova esse milagre. Na verdade, o consumo de alguns suplementos apenas faz com que a atividade física renda mais.

“Esse tipo de medicamento promove maior tolerância no esforço físico durante os exercícios, ou seja, quanto mais você tem disposição para treinar, mais massa você perde. Mas esse tipo de suplemento só deve ser usado com prescrição médica”, adverte Antonio Herbert Lancha Júnior, professor da Escola de Educação Física da USP.
Agora, quando se trata da saúde da mulher, a questão é mais delicada. O consumo dessas substâncias pode alterar o ciclo menstrual e, com isso, acabar alterando a ovulação, dificultado a gravidez. As mulheres também podem fazer o uso de suplementos alimentares, mas, segundo o professor Lancha, deve haver cuidado.
Mas nem tudo é má notícia. Entre os suplementos alimentares indicados para a mulheres, alguns podem até ajudar a diminuir os sintomas da TPM.
Um deles é o ácido gamalinoleico, que é obtido pela ingestão de óleos vegetais, como o de prímula ou da semente de cassis, e necessário para o bom funcionamento do organismo.
Ele desempenha um papel importante na regulação da síntese de prostaglandinas (hormônios responsáveis pela transmissão da dor, inclusive da TPM). E o melhor: não possui efeitos colaterais.
A vitamina B6, encontrada nas cenouras e em bananas, é vendida em cápsulas e também ajuda a amenizar os sintomas da TPM. Isso porque ela estimula a produção dos hormônios dopamina e serotonina, que causam bem-estar. Seu uso não traz efeitos colaterais, segundo Wilmar Accursio, presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Envelhecimento. (fonte)