segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Bloqueio financeiro pode acabar com WikiLeaks


assinatura post O WikiLeaks anunciou que deixará de divulgar documentos oficiais secretos a partir de hoje e por tempo indeterminado, pois está enfrentando problemas financeiros, que se não forem resolvidos até o final deste ano poderá levar o site a encerrar definitivamente as suas atividades.

O site que publicou mais de 250 mil documentos oficiais comprometedores de governos de todo o mundo, se concentra agora  na arrecadação de fundos que permitam garantir sua futura sobrevivência.
Segundo o seu fundador, Julian Assange, essa decisão é o resultado do bloqueio financeiro imposto pela Visa, Bank of America, Mastercard, PayPal e Western Union, que impedem que as pessoas façam doações ao site.
“Se não pusermos fim a este bloqueio, não poderemos continuar com as nossas atividades", disse Assange, que entrou com uma ação judicial em julho deste ano junto a comissão européia de violação das regras da concorrência. “Um pequeno grupo de empresas financeiras norte-americanas não pode ter o poder de decidir sobre a maneira de o mundo inteiro aplicar seu dinheiro", finaliza.
Julian Assange continua detido em Londres onde aguarda a conclusão de um julgamento de extradição para a Suécia devido acusações de supostos abusos sexuais.  Fonte