sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O estilo gótico em seus vários vertentes

gotica - abre
assinatura post O movimento gótico entrou em cena lá pelo final anos de 1970 e início dos 80 no vácuo da decadência punk. E com ele nascia também um estilo visual totalmente desconectado da moda dominante, o que é natural na cultura (ou subcultura*)  underground de qualquer outra tribo urbana.
A rigor, o estilo gótico na sua origem é uma releitura do visual punk. Como por exemplo, a predominância da cor preta, peças surradas ou rasgadas e depois “reparadas”, o uso de coturnos, brincos e piercings , cabelos espetados e maquiagem carregada.
Como em qualquer outra manifestação cultural, o modo de se vestir gótico vem sendo assimilada pela indústria fashion (gótico chic), perdendo assim um pouco do seu estilo primordial, dando lugar a um visual mais generalista cada vez mais distante de sua origem, 
Mas como ser alternativo é ter personalidade e atitude, vamos a algumas vertentes da moda gótica:
Tradicional Goth Tradicional Goth/ Darkwaver - É o visual mais comum e inspirado no pos-punk do ano de 1980 com roupas predominantemente pretas, mesclado-se peças antigas e visual sado-masoquista. Cabelos espetados e maquiagem carregada são também características do Tradicional Goth.
Death Rock Death Rock  1Death Rock Death Rock – É bem próximo do punk. Roupas surradas e rasgada, coturnos, cabelos ao estilo moicano, piercings e brincos são a base desse visual. Muita gente até os confunde com punks comuns.
Uber Goth  3 Uber Goth 1 Uber Goth 
Uber Goth  - Os uber são aqueles que produzem um visual nos mínimos detalhes. Vestem-se dos pés a cabeça, com muitos acessórios, roupas, maquiagem, tudo para mostrar que visual e bom estilo andam juntos.
Medieval Goth_thumb[3]
Medieval Goth  3    Medieval Goth  1 Medieval Goth 

Medieval Goth – Remete à época medieval e até há pouco tempo era um look bem comum entre os góticos. São mais românticas e suas roupas bem mais simples, algo como corset com amarração, saias longas e maquiagem discreta. O preto é a cor mais comum, mas tons em vermelho, verde e azul são bem-vindos.
   Victorian Goth 1 Victorian Goth – As referências desse estilo datam da época vitoriana. As mulheres vestem vestidos longos e rendados, luvas e corsets. Já os homens, não podem deixar de lado os ternos, casacas, chapéus, bengalas e outros acessórios tipicamente vitorianos.
cibergóticos_thumb[3] cibergóticos  15_thumb[6] cibergóticos 5_thumb[4] cibergóticos  12_thumb[4] 

Cyber Goth – De visual bem futurista, o cyber tem um grande fascínio pela tecnologia e procuram na forma de se vestir a união entre máquina e ser humano. É um visual que recorre a restos industriais, que podem incluir elementos de neon, materiais como o vinil, PVC, látex e chips de computadores.
Apesar de manter o preto como base, suas roupas são caracterizadas também pelo contrates de cores bem vibrantes como o amarelo, laranja, rosa choque, azul e principalmente o verde fluorescente. Botas com grandes plataformas, além de luzes de cores intensas compõem os detalhes do vestuário.
O que não pode faltar são os dread falls, feitos de qualquer tipo de material desde que sejam multicoloridos. Outros acessórios indispensáveis são as máscaras de gás e cirúrgicas, além dos óculos de aviador (googles), geralmente usados na testa.
Kinder Goth Baby Goth ou Kinder Goth - São geralmente adolescentes que estão se “iniciando” na cultura gótica. Entre eles, não há um padrão visual definido marcante. A diferença está na idade.
gothic Lolita 7_thumb[3] gothic Lolita_thumb[4] lolita gotica 24_thumb[3] 

Gothic Lolita - O movimento nasceu no Japão no final dos anos de 1990. Popularizou-se rapidamente e vem ganhando adeptos pelo mundo. É curtido geralmente por  adolescentes, que procuram fundir o look Lolita com elementos punks, vitorianos, medievais e glam. Os vestidos são delicados e curtos (um pouco acima do joelho), geralmente nas cores presta e branca
Fetish Goth Fetish Goth  1 Fetish Goth  2 
Fetish Goth - Uma grande tendência dentro do universo gótico é o visual fetichista, que vem desde os anos de 1980. Roupas de couro ou de vinil, correntes, algemas e tudo mais que pode remeter a um imaginário de apelo sado-masoquista.
Cores_verde-branco Goth Chic
Anne Hathaway _ gótica gotica chic 1  Goth Chic gotica chic 3
gotico chic 
Como disse logo no início deste texto, o visual gótico tem se tornado uma tendência e já desfila por altas passarelas do mundo. Com o pseudônimo de “Goth Chic”, o que já foi alternativo, marginal, escuro e sombrio passa a ser assimilado pela indústria da moda como algo elegante e glamoroso.
Com direito a muito preto, rendas, acessórios pesados (principalmente cruzes metálicas ou em pedraria) e bocas nas cores preta e vinho , estilistas e designers de joias têm feito da releitura do gótico uma tendência fashion que começa a reluzir nas vitrines das grandes lojas.
O maior e exemplo disso é a revista Interview Magazine, que na sua edição de setembro traz a deliciosa atriz norte-americana Anne Hathaway transformada em uma gótica chic.

(*)  Subcultura – É um determinado  segmento da sociedade que adota um  conjunto de elementos culturais específicos, contrapondo-se ao padrão cultural dominante. Em outras palavras, a subcultura é de certa forma uma  cultura que coexiste dentro de uma cultura maior.