terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Campanha com Adriana Lima é considerada racista


assinatura post A campanha de Primavera / Verão 12 da Donna Karan está dando o que falar e ultrapassou os limites das publicações internacionais de moda. Isso porque ela foi totalmente sediada em Jacmel, no sul no Haiti.
Fotografada por Russell James, o ensaio traz a angel da Victoria's Secret, Adriana Lima, como protagonista. Ma uma das fotos foi acusada de ter conotações racistas, imperialistas e de ser, sobretudo, insensível à miséria local e equivocada.
Na foto, a top baiana aparece com 2 jovenss locais negras em segundo plano, em um fundo sombreado .
Para muitas publicações, além do Haiti ser um local inadequado para a promoção de produtos de luxo, as 2 crianças foram usados apenas como adereços cenográficos na produção da campanha.
Vale lembrar que Donna Karan tem desenvolvido ações humanitárias no país desde que ele foi devastado pelo terremoto do ano passado.
Em nota oficial, a  empresa diz o seguinte:
“Donna Karan tem se empenhado profundmente apoiar e dar confiança para o Haiti desde o terremoto. Através de suas experiências pessoais lá, o Haiti foi uma inspiração natural para a coleção primavera 2012. O objetivo da campanha é celebrar a cultura e a criatividade do povo do Haiti ".
De fato, Donna Karan sempre foi muito ativa na reconstrução do país caribenho e o considera uma "paixão pessoal". É dela a iniciativa da criação fundação Hope Help & Rebuild Haiti (Esperança, Ajuda e Reconstrução do Haiti). Fonte