terça-feira, 27 de março de 2012

Microsoft, agora uma ciberpolícia mundial


assinatura post A Microsoft não é mais apenas uma das empresas de informática mais poderosas do mundo. Ela agora se lança contra ações de pirataria e criminosos que se escondem por detrás de empresas de comércio eletrônico. Ou seja, a empresa fundada por Bill Gates tornou-se também uma poderosa ciberpolícia.
Com autorização da Justiça norte-americana e com apoio de autoridades oficiais, a Microsoft anunciou no último domingo que invadiu escritórios nos estados da Pensilvânia e de Illinois usados para a prática do cibercrime. Na ação acompanhada de mandatos judiciais, foram confiscados servidores usados para infectar computadores de usuários comuns com programas maliciosos.
Segundo a Microsoft, essa rede ilegal infectou mais de 13 milhões de computadores com o "ZeuS botnet", um malware capaz de “roubar” dados que uma pessoa digita em seu PC, tais como movimentação financeira, número de cartão de crédito e informações bancarias, o que rendeu aos cibercriminosos mais de 100 milhões de dólares nos últimos 5 anos.
Toda a ação foi comandada pela Unidade de Crimes Digitais da Microsoft, que acionou a Justiça norte-americana alegando violação de patentes, uma vez que os criminosos enviavam os links maliciosos por e-mails da Microsoft. Fonte