sexta-feira, 25 de maio de 2012

Brigitte Bardot pede o fim do "genocídio" de burros

A ex-atriz francesa Brigitte Bardot enviou uma carta à Dilma Rousseff para pedir um fim no "genocídio de burros", exportados para a China e usados comumente na indústria alimentícia e cosmética.
"Eu que amei tanto o Brasil, me irrita. Estou indignada ao ver que esse país colabora com a China para matar, a cada ano, 300 mil burros explorados pelo homem e que deveriam ser deixados em paz", escreveu Bardot.
"Não pode, como presidente, como mulher, como ser humano, aceitar essa desgraça bárbara. Esse retorno que mancha profundamente a imagem do Brasil", considerou, e disse estar "indignada por esse escândalo" que quer converter em "mundial".
Brigitte Bardot, hoje com 78 anos, foi um dos maiores mitos eróticos da história do cinema. Há anos se tornou uma ativista em defesa dos animais e criou uma ONG com o seu nome. Fonte