quinta-feira, 24 de maio de 2012

Espanha censura spot da Alfa Romeo por sexismo



Um anúncio de TV da Alfa Romeo foi censurado na Espanha. Segundo o Instituto da Mulher (órgão público de proteção à mulher), o spot utiliza expressões que promovem comportamento machista .
A peça publicitária mostra o modelo “Giulietta” em movimento enquanto uma voz feminina diz as expressões “me seduz”, "me toca”, “me controla”, “grita para mim” “me relaxa”, “me protege” “olhe para mim”, mas o instituto contesta fortemente a utilização de 2 delas.
Mas “grita para mim” e “me controla”, argumenta o instituto, promovem a violência de gênero e a ideia de que é normal gritar e controlar uma mulher.
A queixa foi dirigida por carta à Alfa que suspendeu a campanha publicitária, apesar de salientar que não recebeu qualquer queixa durante os vários meses em que o anúncio esteve ao ar.
Nas edições online dos principais jornais espanhóis, a esmagadora maioria das críticas são dirigidas ao Instituto da Mulher e não à Alfa Romeo. E na era da austeridade, são vários os leitores que sugerem a extinção do tal instituto.