quarta-feira, 20 de junho de 2012

Sessão de fotos “vítimas da beleza” gera polêmica

vitimas da beleza assinatura post De um lado, a imagem do rosto de uma modelo perfeito. Do outro, a mesma imagem do rosto, mas machucado, sangrando, com hematoma, com queimadura e até mesmo um corte acentuado no pescoço.
vitimas da beleza 1 vitimas da beleza 2
Estas são imagens publicadas na revista de moda búlgara "Magazine 12” para ilustrar o tema "Vítimas da beleza", com a qual a publicação pretende mostrar a justaposição do ideal de beleza associado à maquiagem e a maquiagem produzida para cenas de filmes de terror.
Mas as tais fotografias causaram uma grande polêmica. Muitas instituições de defesa da mulher dizem que o material é uma clara alusão à violência doméstica e de gênero.
vitimas da beleza 3 vitimas da beleza 5
Este é o caso, por exemplo, de Alison Meldrum, representante da “Standing Together”, entidade que luta contra a violência doméstica, para quem “este tipo de perversidade disfarçada de arte é muito perigosa”. .
"A sessão de fotos foi apresentada sem qualquer texto introdutório, permitindo a todos  interpretá-la da maneira que quiser”, explicou o editor da revista, Hubenov Huben, que acrescenta:
“Se você olhar com atenção as imagens, em vez de fazê-lo superficialmente, então perceberá que as mulheres nos olham com força, com segurança e que estão acima dos ferimentos, acima de todos. São independentes”, ressalta Hubenov.
vitimas da beleza 6 Na Internet, há  seguidores que concordam com o editor. "Por que pensarmos automaticamente em violência doméstica? Por que não pensar que as mulheres são capazes de ferir a si mesma? Eu acho que esse é um trabalho bem  interessante. O contraste do que pode ser feito apenas com a maquiagem é incrível. É como 2 mundo de efeitos especiais que se chocam entre si”, escreve um leitor “fashionista".
Enquanto isso, Hubenov explica o motivo da palavra "vítima" estar no título: " É apenas um título. As pessoas deveriam ignorá-lo. As imagens são mais importantes, já os títulos podem ser esquecidos, mas uma boa imagem pode se tornar imortal”. Fonte