sábado, 29 de setembro de 2012

As vampiras do cinema: fascínio e sedução

vampiras no cinema 10 assinatura post Desde o lançamento do clássico “Drácula” (1897), de Bram Stoker (*), o mito do vampiro se tornou uma metáfora do erotismo, uma criatura essencialmente sedutora.
Se o mito do vampiro é em si toda uma metáfora do erotismo, no caso das vampiras essa ideia é levada a situações mais extremas, como, por exemplo, o lesbianismo, geralmente interpretadas no cinema por atrizes bonitas e sensuais.
Enfim, uma combinação de ingredientes que despertam a curiosidade e a fantasia em muitas pessoas. Veja abaixo algumas delas.
Gloria Holden Zaleska - “Filha de Drácula” (1936). É considerado a sequência de “Drácula”i (1931). A protagonista, interpretada por Gloria Holden , é a Condessa Marya Zaleska, filha primogênita do famoso conde. Após a morte de seu pai, assume a liderança na luta contra o seu arqui-inimigo Dr. Van Helsing.
Maila Nurmi - vampira Vampira - A personagem foi criado por Maila Nurmi nos anos 50 e surgiu ao acaso, quando, em um baile de máscaras, um produtor de televisão achou interessante a fantasia que Maila usava. Ela então foi convidada a fazer parte de uma série televisiva, conhecida como The Vampira Show, que teve duração de 1 ano. Com o cancelamento da série, Maila reteve os direitos da personagem. Após isto, a personagem Vampira apareceu em várias séries e filmes, fazendo aparições importantes.
A Condessa Drácula Elizabeth Bathory - Esta aristocrata realmente existiu. Segundo a lenda, a sua obsessão doentia com a beleza a levou a matar dezenas de jovens para se banhar em seu sangue, então ele seria lembrado para a posteridade como a "Condessa Sanguinária”. Vários filmes foram feitos sobre sua vida. Entre eles destaco “A Condessa Drácula” (1971), interpretada pela bela atriz polonesa Ingrid Pitt (foto), conhecida como a "primeira-dama do cinema de horror inglês", e "A condessa de Sangue" (2010) com a atriz Anna Friel
Talisa Soto Vampirella - Originalmente, ela é uma vampira extraterrestre com o poder de mudar de aparência. No cinema, foi interpretada em 1996 por Talisa Soto. Ela é originária do planeta Drakulon, cujos habitantes se alimentam de sangue que flui dos rios até que um rebelde chamado Vlad decide retomar o método tradicional.
Selene Selene – Ela é uma personagem fictícia da saga Underworld. É a protagonista da saga até o segundo filme (Underworld: Evolution), pois o terceiro (Underworld: Rise of the Lycans) é apenas uma volta ao passado, quando a guerra entre vampiros e lycans começou, e toda a atenção era levada para a vampira Sonia e o lycan Lucian. Após se ausentar da terceira produção, Kate Beckinsale retomou seu papel mais conhecido em Underworld 4.
Jessica Hamby Jessica Hamby - Deborah Ann Woll é responsável por interpretar a ruiva de True Blood , uma das mais interessantes e queridas desta série de televisão, baseada nos romances de Charlaine Harris..
Alice Cullen Alice – A vampira da Saga Crepúsculo. Ela é especialista em moda e amante de eventos sociais. A personagem encarnada por Ashley Greene fez dela uma das vampiras mais sexy da saga vampiresca.
Akasha Akasha - Interpretado pela já falecida cantora Aaliyah, o filme “A Rainha dos Condenados” (2002) é uma espécie de continuação de “Entrevista com o Vampiro”, com o personagem Lestat, que era interpretado por Tom Cruise, desta vez feito por Stuart Townsend.
Lena - Em “Donas da Noite” (2010), Lena interpreta uma jovem solitária que vive de furtos é mordida por uma mulher misteriosa. Ela se transforma na quarta integrante de um grupo de vampiras movidas a sangue, sedução, glamour e diversão sem limites pelas noites de Berlim.
Van Helsing  -  O filme  é de 2004 e apresenta uma nova versão da história do Conde Drácula de Bram Stoker junto com outros monstros, como Frankenstein de Mary Shelley.  Verona (Silvia Colloca), Aleera (Elena Anaya) and Marishka (Josie Maran), formam o trio de vampiras.
 
Miriam Blaylock Miriam Blaylock - Em “Fome de Viver” (1983), Catherine Deneuve encarna a elegante vampira Miriam Blaylock, que após perder seu parceiro envolve-se com uma sensual médica.
Drácula de Bram Stoker Monica Bellucci – Considerada uma das mulheres mais lindas do mundo, a italiana Monica Belucci interpretou uma das noivas do lendário Drácula em “Drácula de Bram Stoker” (2000).
Salma Hayek Satanico Pandemonium – Sem dúvida é uma das melhores cenas do filme “Um Drink no Inferno” (1996) é a que Salma Hayek aparece dançando enrolada em uma serpente piton.
Deixe-me Entrar  (2010) -  Owen (Kodi Smit-McPhee) é um garoto solitário, que vive com a mãe e é sempre provocado pelos valentões da escola. Um dia ele conhece, perto de sua casa, Abby (Chloe Moretz). Sempre nas sombras, ela aos poucos se aproxima de Owen e logo se tornam amigos. Só que Abby possui um segredo: ela é muito mais velha que sua aparência indica e necessita de sangue para sobreviver. Para consegui-lo, seu acompanhante (Richard Jenkins) realiza assassinatos na surdina, de forma a retirar o sangue das vítimas e levá-lo para Abby. (Fonte: Adoro Cinema)
sete vampiras_silvia Nicole Puzzi – E para finalizar, a brazuca Nicole Puzzi interpretando a sexy Sílvia de "As Sete Vampiras" (1986).

(*) Abraham "Bram" Stoker nasceu no dia 8 de novembro de 1847, em Dublin (a Irlanda). Formou-se na faculdade de Matemática, trabalhou como jornalista,  funcionário público e diretor de teatro. Mas, ao longo desses anos, sempre escreveu histórias.

Seu livro mais conhecido, “Drácula”, foi publicado em 1897. É uma das mais famosas e horripilantes histórias de terror de todos os tempos. Baseado no folclore da Transilvânia e num personagem real (o rei Vlad, o Empalador), Stoker redigiu um relato que tem assombrado gerações consecutivas de leitores, transformando-se num mito adaptado para o cinema, quadrinhos e TV. Bram Stoker faleceu em Londres a 20 de abril de 1912.
-->

11 comentários:

  1. Maria Rita diz:

    O nome do filme de Lena é "Donas da Noite" e não "Damas da noite"

    Zém diz:

    É verdade, Maria Rita. Acho que viajei nessa. Grato pelo toque.

    Fabio diz:

    Ô gente, "Um Drink no Inferno" é de 1996, e não 1973.

    Anônimo diz:

    Acho bastante digno colocar no post uma menção à Eli, do filme russo Deixe Ela Entrar. A versão original russa é bem superior à americana, e o filme traz uma abordagem completamente diferente do universo vampírico. Pra quem não viu, eu deixo a dica.

    Zém diz:

    Anônimo, não vi esse filme, mas aceitei a sua dica e lá está ele (versão de Hollywood). Mas na busca que fiz, diz que a produção original é sueca, não russo. Valeu e um abraço.

    Anônimo diz:

    A Mônica Belucci ganha de todas as outras

    Este comentário foi removido pelo autor.

    OPAZ, já que estamos em semana de eleições eu vou aproveitar para praticar... rssss...

    Primeiro também voto na Belucci...
    Segundo faço um voto de protesto pq a lista está legal, mas achei que faltou uma presença importante: ELVIRA A RAINHA DAS TREVAS. Tem uma imagem dela no link abaixo para quem não é das antigas e não conhece a figura...

    http://b1brasil.blogspot.com.br/2011/10/elvira-avisa-acabou-5a-terror-e-ta.html

    e pra fechar faço um voto de silencio e nada mais digo.

    ;-)

    JOPZ

    Zém diz:

    Gente, esta lista não é sobre vampiras sexy. apenas vampiras.

    Zém diz:

    JOPZ, a Elvira não é vampira, mas não deixa de ser vamp. Aliás, uma deliciosa bruxa que faz parte do imaginário dos cuecas geração 80. Talvez ela entre em uma outra lista. Vamos ver.

    Abraço.

    ... as vampiras sempre fizeram parte o imaginário coletivo, principalmente dos homens, pois sempre vem impregnadas de um teor erótico...

Postar um comentário