quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Ciência: chocolate emagrece, adoçante engorda

ciencia e a dietaassinatura post Para aqueles que ficam com seus olhos grudados em tudo que mídia veicula sobre dietas, vai aqui uma dica. Cuidado, pois você pode estar comendo gato por lebre: muitas dessas dietas, principalmente as divulgadas por celebridades, limitam seriamente ou proíbem alguns tipos de alimentos fundamentais ao bem-estar e à nossa saúde.

Para os cientistas, encontrar a dieta ideal passa pelo estudo clínico do metabolismo de cada pessoa. O diagnóstico no que interfere no excesso de peso e obesidade é fundamental. É importante conhecer o metabolismo individual para que a alimentação seja ajustada a ele.
Mas, enfim, vamos a alguns mitos detonados pela Ciência. Não se espante se alguém falar pra você que chocolate pode emagrecer, que adoçante pode engordar e que consumir ovos no café da manhã pode aumentar a perda de peso em 65%. Vamos a eles então.
chocolate Chocolate - Segundo estudo realizado na Universidade da Califórnia e publicado na revista científica Archives of Internal Medicine , consumir uma barrinha (28g) diária de chocolate além de ser benéfico ao nosso sistema cardiovascular pode ajudar no processo de emagrecimento. Isso porque o cacau é rico em ácidos fenólicos. Esse ácido interferem na produção da leptina, o hormônio da saciedade (que, nos obesos, é bem reduzida), e ainda queimam calorias".
ovo-frito Gorduras - Neste caso, os pesquisadores recomendam certo cuidado. Uma experiência com cobaias publicada no “Journal of Obesity” concluiu que comer só cereais e deixar de lado a gordura na primeira refeição do dia faz com que o corpo fique formatado para queimar só carboidratos. Outro estudo da Universidade do Luisiana revelou que comer dois ovos no café da manhã aumentava a perda de peso em 65%.
refrigerante-diet Adoçante e refrigerante diet – Segundo novo estudo realizado na Escola de Medicina da Universidade do Texas, quanto mais uma pessoa bebe refrigerante diet, mais ela engorda. A circunferência abdominal, cujo tamanho pode indicar a propensão ou não a doenças cardíacas, também ficou 70% maior. Outra pesquisa afirma que o aspartame, presente e muitos produtos diet e usado como adoçante, aumentou o nível de açúcar no sangue de camundongos com propensão a diabetes.
623-01297949 Alimentos sem glúten – De tempos para cá, muito tem se falado sobre a milagrosa dieta sem glúten de alguns famosos. O que não é verdade. O glúten é uma substância importante para o corpo humano e por isso não deve ser cortada por causa de dietas malucas,
Dispensar o glúten da sua alimentação é uma medida drástica que só deve ser tomada somente em caso de necessidade médica. Algumas pessoas acreditam que o glúten altera alguns hormônios e por isso preferem deixá-lo de fora da sua alimentação. Mas isso é só um mito.
bicicleta ergométrica Exercícios físicos intensos – Esse é outro grande mito. Pesquisadores da Universidade de McMaster (Canadá) descobriram que 10 sprints de apenas um minuto numa bicicleta ergométrica, 3 vezes por semana e com intervalos de um minuto equivale aos mesmos resultados que 10 horas de bicicleta num período de duas semanas.
ketchup Maionese e ketchup – Ao contrário do que muitos pensam, a maionese e o ketchup não são os grandes vilões da saúde. Segundo pesquisadores do Hospital Dante Pazzanese (SP), a maionese possui um perfil nutricional bom porque é fonte de gorduras poli-insaturadas, não contém gordura trans e oferece baixo teor de colesterol. Já ketchup, que por ser produzido a partir de tomates, não possui gorduras. Mas, se o produto for industrializado, cuidado com a quantidade de sódio, principalmente se a pessoa for hipertensa.
Enfim, antes de aderir qualquer dieta o melhor a fazer é consultar um bom medido, pois e cada pessoa tem necessidades diferentes, quer de energia quer de nutrientes. Na verdade, o que vale é ser moderado em tudo. E com a alimentação não é diferente.