quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Tribunal Superior discute se conversas mantidas em redes sociais são prova de amizade íntima

redes sociais assinatura post O Tribunal Superior do Trabalho (TST) começou a discutir se recados trocados em redes sociais são prova de amizade íntima ao tratar da tentativa de uma empresa paulista, Comercial Rodrigues & Almeida, de anular condenação ao pagamento de horas extras de um funcionário.
A empresa alega que testemunhas trocaram recados entre si no Orkut e que uma delas era amiga "virtual" do autor da ação, o que a impediria de depor em favor dele. O ministro Alexandre Belmonte, relator do caso, disse que o internauta "tinha espantosos 513 seguidores". E que seria "totalmente desarrazoado presumir-se que todos fossem amigos íntimos do autor das mensagens".
O magistrado disse ainda que "pinçar mensagens isoladas de um contexto não serve como prova de uma amizade íntima". O julgamento foi suspenso e outros ministros ainda têm que se manifestar. Fonte: Folha de São Paulo