terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Coisas que não acontecerão no dia do fim do mundo

fim_do_mundoassinatura post Se você é um habitante deste planeta, especialmente se você é um internauta, já deve estar inteirado que o mundo vai acabar em alguns dias. Mas os cientistas estão convencidos de que o dia 21 de dezembro de 2012 será um dia como qualquer outro. E assim elencaram 5 fenômenos que não acontecerão nesta data.
Colisão com o planeta Nibiru 1 - Colisão com o planeta Nibiru - Não ocorrerá qualquer choque com qualquer planeta, seja ela chamado de Nibiru ou Planeta X , simplesmente porque eles não existem.  Esta é uma das maiores fraudes e absurdos sobre 21 de dezembro. Do ponto de vista científico, essa história não tem pé nem cabeça, pois se os tais planeta fossem reais e estivessem se deslocando em direção à Terra para colidir, astrônomos já os teriam observado há pelo menos 10 anos e agora eles já estariam visível a olho nu.
impacto de um asteróide gigante 2 - O impacto de um asteróide gigante – Esta é outra notícia que não leremos em 21 de dezembro. Não há qualquer indício científico que neste momento exista um asteróide suficientemente grande para causar destruição em massa como o que acabou com a Era dos Dinossauros (a teoria mais aceita) há 65 milhões de anos.Ok, como já aconteceu no passado pode acontecer novamente, mas não tão breve assim. Astrônomos da Nasa tem um programa completo de controle de trajetória dos asteróides potencialmente perigosos à Terra e não observaram nenhum que possa ser tão ameaçador como o assassino de dinossauro.
tempestade solar 3 - Uma forte tempestade solar - O cientista da Nasa David Morrison, especialista no nosso Sistema Solar e impactos de asteroides, cunhou há alguns anos o termo"Cosmophobia" (medo de cosmos), um tipo de ansiedade que ele diz ter crescido enormemente nos últimos anos por conta de rumores infundados sobre o calendário maia. Este é um desses medos que fazem parte da Cosmophobia: pode o Sol lançar uma gigantesca tempestade que acabe com Terra? Segundo os cientistas, a “máxima solar” irá acontecer apenas em maio do ano que vem e que, mesmo assim, a atividade não deverá ser tão intensa. Basicamente, não há evidências de que a humanidade seja “frita” em 21 de dezembro.  Para começar, o Sol vai atingir o seu pico no final de 2013 ou início de 2014, não em 2012, e mesmo assim não terá energia suficiente para enviar um chicote de fogo de 93 milhões de milhas que poderia destruir a Terra.
Alinhamento cósmico 4- Alinhamento cósmico - A Terra e o Sol se alinham com o centro da Via Láctea a cada dezembro, mas é um evento anual  com qualquer consequência para nós.  A questão do alinhamento se tornou moda em 2011, durante a visita do cometa Elenin. Acreditava-se que o cometa poderia causar uma longa lista de desastres, incluindo erupções maciças, grandes terremotos, tsunamis e tempestades catastróficas solares.  No entanto, como nos recordamos, o cometa Elenin atingiu sua maior aproximação à Terra em meados de outubro de 2011 e continuou sua viagem sem causar o menor dano ao planeta. Em suma: não há nenhum alinhamento previsto para o fim de 2012. Mesmo que houvesse uma movimentação do gênero, outros planetas não poderiam afetar as marés. Os únicos corpos celestes capazes de fazer isso são a Lua, como aprendemos nas aulas de geografia, e o Sol.
Inversão dos polos magnéticos da Terra 5 - Inversão dos polos magnéticos da Terra - A inversão geomagnética é a troca do polo norte pelo sul. Na verdade, isso realmente pode acontecer, mas não dentro dos próximos 500 mil anos. Não há evidências de que os polos da Terra serão alterados em dezembro deste ano. Além disso, levaria milhares de anos para que os polos se invertessem, o que seria facilmente percebido pelos cientistas. E mesmo que os polos se invertam, isso não oferecerá riscos à humanidade. O único contratempo é o fato de que teremos que regular nossas bússolas para a nova configuração da Terra. Fonte