terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Anúncio com Mila Kunis é banido por ser enganoso

Mila Kunisassinatura post Mais uma vez o Advertising Standards Authority - ASA (órgão regulador da publicidade do Reino Unido) entra na briga contra a publicidade enganosa. Desta vez, a vítima foi um anuncio anticelulite da Rodial protagonizado pela atriz Mila Kunis.
O anúncio foi banido porque trazia uma foto da atriz publicada pela revista Esquire, em outubro de 2012, quando foi eleita a mulher mais sexy da Terra em 2012 e dizia “Obtenha uma corpo de matar com uma perda de 50% do volume em 24 horas” e “Consiga um corpo como o de Mila Kunis que aparece na Esquire através desta fórmula intensiva que ajuda a reduzir a celulite rapidamente".
Mila Kunis[5] Depois de receber várias denúncias de usuárias de que o produto não correspondia ao anunciado, a ASA proibiu a sua veiculação (enviado por email) em todo o Reino Unido. “Não foram apresentadas evidências claras que demonstrassem a eficácia do produto ou que o corpo de Mila Kunis na imagem tenha sido obtido como resultado do uso do produto. O que se conclui, portanto, que o anúncio é enganoso”, disse um representante do ASA em comunicado oficial.
Antes, o ASA já havia banido 2 campanhas publicitárias da L'Oreal por excesso de manipulação digital, com o argumento de que as imagens eram exageradas e não representavam os resultados que os produto poderiam alcançar. Uma trazia a atriz Julia Roberts e a outra a modelo Christy Turlington como estrelas. Fonte
Julia Roberts Christy Turlington