quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

CBS censura vestidos ousados no Grammy

vestido de carne de lady gaga - grammy O vestido de carne usado por Lady GaGa em premiação da MTV, em 2010, gerou grande polêmica.
assinatura post Parece que no próximo domingo (09) não teremos o tapete vermelho mais sexy do ano. A CBS, canal responsável pela transmissão do Grammy Awards, não quer que o evento continue sendo o momento em que estrelas e celebridades desfilem seus vestidos mais ousados.

Para tanto, emitiu um comunicado oficial onde solicita a artistas e convidadas envolvidos na premiação evitem o uso de roupas inapropriadas, respeitando um código de conduta de vestimenta.
Em e-mail enviado aos assessores das celebridades, a emissora “recomenda” que nádegas e seios devem ser adequadamente cobertos, inclusive decotes frontais e laterais. Pede também que evitem “transparências e a exposição de curvas corporais, pele, virilha e, principalmente, mamilos e genitálias”.
No mesmo e-mail, também foi proibido o uso de camisetas e acessórios com frases que contenham mensagens obscenas ou que sejam a favor de alguma causa ou protesto. “A obscenidade ou a obscenidade parcial no vestiário é inaceitável para a transmissão”, diz o tal comunicado.
É bem provável que Rihanna (vestido criado pela própria cantora juntamente com os estilistas da Armani, 2012), Jennifer Lopez (“vestido verde” Versace, em 2000) e a modelo russa Anne V estejam neste momento revendo seus figurinos. Isso porque seus vestidos foram considerados os mais “ousados” na história do Grammy. Fonte
Rihanna - grammyJennifer Lopez - vestido verde 138352763SS308_The_54th_Ann