terça-feira, 16 de abril de 2013

Grife choca ao escalar modelo size zero em desfile

River Island ' No fim da semana passada,  a River Island lançou a sua nova coleção assinada pela designer Georgia Hardinge. Entretanto, as roupas belíssimas foram quase negligenciadas devido as medidas chocantes da modelo escalada para o desfile.
Conhecida internacionalmente como size zero (tamanho zero), esse biótipo de mulher se caracteriza por ter uma cintura radicalmente fina, faces do rosto afundadas e braços em pele e osso. O que chocou tanto público como a mídia.
River Island  2 Junto com o lançamento da coleção, a River Island também veiculou um vídeo promocional sombrio e assustador (veja abixo). Nele uma modelo magérrima se transforma em um vestido, onde se destaca a sua coluna vertebral e costelas salientes.
River Island ' E tudo isso aconteceu exatamente dias depois que a ex-editora da "Vogue Austrália", Kirstie Clements, denunciou que modelos foram comem até papel para permanecerem magras. “Apresentar uma modelo tão magra assim é imoral e repugnante", diz um comentarista. Fonte

8 comentários:

  1. Anônimo diz:

    Enquanto houver pessoas que achem lindo, continuará sendo moda e um exemplo a ser seguido.

    Anônimo diz:

    Que vídeo é esse?? O.o Me levou a entender que a moda consome as pessoas, basicamente.

    Anônimo diz:

    http://www.magroparasempre.com/infopage.aspx?pack=mps&cid=320507&ad=XX

    Já sofri de anorexia na adolescencia. Não é nada fácil...

    Fico triste pq sei que muitas meninas veem isso como objetivo, passar de magérrima para o zero size. E tendo uma fazendo campanha pra uma marca, todas vão querer seguir o estilo pra conseguir trabalhos..

    beiJUs
    http://feiffercereja.blogspot.com.br/2013/04/o-real-papel-do-lider-de-sucesso.html

    Não sei porque a polêmica ! Uso "size zero" também e como pra caramba rs... não acho que ela esteja só pele e osso, e moda pode ser editorial, existe uma história por trás do vídeo (que eu achei muito bonito, artisticamente falando)
    Sou totalmente contra a anorexia, mas se a pessoa é assim por biótipo, parem de pegar no pé !!!
    Adorei a coleção e a modelo !
    Se quiserem conheçam meu blog, vejam minhas fotos e verão que não tem nada de doença nem pele e osso é só um tipo físico!

    http://lookatmebr.blogspot.com

    Zém diz:

    Ju, é isso ai. Muitas meninas mais desvisadas entram nessa roubada pensando que estão seguindo uma tendência. Quando na realidadade isso é uma anomalia que infelizmente ainda persiste em se manter viva na indústria da moda.

    A moda me fascina, tanto que o meu blogue aborda o tema com certa frequência. Entretanto, esse é o lado obscuro dele. E que dever ser combatido por todas as pessoas sensatas.

    Além de dietas malucas, muitas dessas meninas usam até drogas (legais e ilegais) para inibir o apetite, pois dependem da magreza para poder trabalhar.

    Zém diz:

    Priscila, quando uma pessoa é extremamente magra devido a fatores metabólicos, tudo bem. Mas o que acontece com a maioria das modelos todos nós sabemos.

    Na realidade, elas são obrigadas a ter corpos de cabides para realçar as peças que vestem. E para tanto, têm que se submeter a dietas desumanas.

    Note que nesse mesmo texto a ex-editora da Vogue australiana reproduz bem como é o universo fashion para as modelos: elas comem até papel para não engordar. Vale o que eu disse para a Ju (comentário acima) sobre o uso de drogas. Isso é aterrorizante.

    Anônimo diz:

    achei ela linda

Postar um comentário