quinta-feira, 11 de julho de 2013

Serviço secreto russo compra máquina de escrever como medo de espionagem eletrônica

máquina de escrever  1post O Serviço de Segurança Federal (SFO) russo, responsável entre outras coisas pela segurança do alto escalão do governo, encomendou 20 máquinas de escrever para redigir documentos secretos e evitar assim possíveis vazamentos através da utilização de meios eletrônicos.

“Após as revelações do ex-analista de sistemas da CIA, Edward Snowden, de que o ex-presidente russo Dmitri Medvedev foi grampeado, em 2009, durante a cúpula do G20 em Londres, decidiu-se ampliar a prática de criar documentos em papel", disse uma fonte.
Analistas em segurança explicaram que as máquinas de escrever são usadas na maioria dos serviços secretos e outras administrações públicas da Rússia que trabalham com informação confidencial, como o Ministério da Defesa ou o Ministério de Situações de Emergência. Fonte