terça-feira, 3 de setembro de 2013

Algumas curiosidades sobre os seios femininos

seiospost Os seios não são apenas uma das partes do corpo feminino que mais chama a atenção dos homens, mas desempenham um papel fundamental no desenvolvimento dos bebês quando amamentados.

No entanto, apesar de toda a atenção que recebem, os seios femininos são grandes desconhecidos. Para tentar acabar com esse mistério, o blog "Biobiochile" relata algumas curiosidades sobre esses órgãos.
Seres humanos são os únicos primatas com seios permanentes - Ao contrário do que acontece com as mulheres, que desenvolve os seios na puberdade, outros primatas só os desenvolvem durante a amamentação de seus filhotes. Algumas hipóteses científicas sugerem que este pode ser um indicador da capacidade reprodutiva.
Orgasmos de mama - Por incrível que pareça, a mulher pode atingir o orgasmo apenas com a estimulação do mamilo. Um estudo realizado pela “Men’s Health” , revelou que 10% de 213 mulheres já tiveram esse tipo de orgasmo alguma vez. Outra pesquisa publicada no "The Journal of Sexual Medicine” assegura que a estimulação do mamilo ativa o córtex sensorial genital.
Produzem o alimento perfeito - A Organização Mundial de Saúde diz que o leite materno é um excelente alimento para bebês em seus primeiros meses de vida. Efetivamente, oferece às crianças os anticorpos que combatem inúmeras infecções e vários tipos de doenças.
O tamanho não importa - Quando se trata de amamentação, não importa o tamanho. Seios grandes não têm o porque produzir mais leite que os pequenos.  Ao contrário, as mulheres com seios grandes têm mais dificuldade em amamentar seus bebês devido à forma como  estão localizados os tecidos.
Os seios estão constantemente mudando de tamanho - Durante o ciclo menstrual, os seios ficam maiores já que o organismo produz mais progesterona. O mesmo ocorre durante a gravidez ou quando se toma pilulas anticoncepcionais. Mas isso não é tudo, uma vez que chegam aumentar até  25% quando a mulher está sexualmente excitada.
O seio esquerdo é geralmente maior do que o direito - O corpo humano não é perfeitamente simétrico. É comum um braço ser mais comprido que o outro ou um olho ser mais pequeno que o outro. O mesmo vale para os seios. Cerca de 65% das mulheres têm a mama esquerda maior que a direita.
Há 4 tipos de mamilos – Da mesma forma que não há 2 seios idênticos, nem todos os mamilos são iguais. Há os chamados normais ou comuns, que têm uma curvatura de poucos milímetros e podem aumentar de tamanho com a excitação ou o com o frio. Há também mamilos planos, que “saltam” com os estímulos, e os “inchados”, que são sempre mais proeminente. Há também os  invertidos , que parecem estar “olhando” para dentro.  Por último, há os que variam as formas devido algum tipo de doença. Neste caso, aconselha-se a procurar um médico.
Sua maior ameaça é o câncer de mama - Embora o tratamento tenha avançado muito nas últimas décadas, esse tipo de câncer continua sendo uma das principais causas de morte em mulheres dos países desenvolvidos. Portanto, mamografias preventivas continuam sendo a melhor forma para detectá-lo em seu estágio inicial, o que aumenta muito a chance de cura.

0 comentários:

Postar um comentário