quarta-feira, 13 de novembro de 2013

As obras de arte mais caras do todos os tempos

3 estudos de Lucina Freud, de Baconpost O tríptico “Três Estudos de Lucian Freud”, de Francis Bacon, foi arrematada ontem (12) por 142,4 milhões de dólares (mais de 330 milhões de reais), durante leilão realizado na Christie’s, em Nova Iorque.
O trabalho, que retrata outro importante pintor do século 20, estabeleceu o recorde de obra de arte mais cara já vendida em leilão, superando assim “O Grito”, de Munch, vendido em maio de 2012, por 120 milhões de dólares (quase 280 milhões de reais).

Veja abaixo as obras mais caras da História:
os jogadores - cezanne  “Os jogadores”, de Cézanne: 250 milhões e dólares .
o sonho - picasso “O Sonho”, de Picasso: 155 milhões.
Três Estudos de Lucian Freud, de Bacon “Os Três Estudos de Lucian Freud, de Francis Bacon: 142,4 milhões.
Number 5, 1948, de Pollock “Number 5, 1948”, de Pollock: 140 milhões.
Woman III,  de Kooning “Woman III”, de Kooning: 137,5 milhões.
Adele Bloch-Bauer, de Klimt  “Adele Bloch-Bauer”, de Klimt: 135 milhões.
O Grto, de Munch “O Grito”, de Munch: 129 milhões.
Nu, Folhas Verdes e Busto, de Picasso “Nu, Folhas Verdes e Busto”, de Picasso: 106,5 milhões.
O Homem Que Caminha, de Giacometti “O Homem Que Caminha”, de Giacometti: 104,3 milhões.
Garoto Com Pipa, de Picasso 11 “Garoto Com Pipa”, de Picasso: 104,1 milhões.

1 comentários:

  1. Anônimo diz:

    falta uma maior valorização de artistas vivos ainda incógnitos..mas o pessoal é cretino: kerem propositalmente ke primeiro o cara morra pra ke haja uma supervalorização da obra.. burguesia mesquinha e nojenta!

Postar um comentário