quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Lana Del Rey, a bela entre as feras do Planeta Terra

Lana Del Rey O primeiro disco de estúdio, “Lana Del Rey a.k.a. Lizzy Grant”, saiu de forma independente em 2010.

Dois anos depois, os executivos que bateram a porta no belo rosto da cantora e compositora nova-iorquina devem estar se remoendo de arrependimento.
Lançado pelas gravadoras Interscope, Polydor e Stranger, o segundo álbum, “Born to Die”(2012), vendeu 2,9 milhões naquele ano.
A artista faz um pop lento, carregado de sensualidade e as vezes pendendo para o dramático. Previsto para as 19h30, seu primeiro show no Brasil será no Palco Terra, dentro da programação do festival Planeta Terra.
No mesmo palco, a banda inglesa Blur, dona de hits como “Song 2” e “Girls & Boys”, toca às 21h30. O lineup gringo se completa com a banda britânica Palma Violets (16h30), a americana The Roots (18h) e o americano Beck (20h) no Palco Smirnoff; e Travis (17h30) no Palo Terra, antecedendo Lana e Blur.
A música brasileira é representada por Clarice Falcão (15h15) no primeiro palco, e pelo trio O Terno (15h) e o grupo BNegão & Seletores de Frequência (16h15), no outro.