quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Ritual absurdo gira cães em corda e os joga no rio

Trichane na kucheta - Trichane na kucheta 1 Para alguns habitantes da Bulgária é normal torturar os cães. Eles até se divertem com isso. Não estão nem ai para os defensores dos animais que estão lutando para impedir o sádico ritual, que consiste em girar um cão em alta velocidade e a alguns metros do solo, para “prevenir a raiva e afastar os maus espíritos”.

“Trichane na kucheta” (o giro do cão) é uma antiga tradição celebrada por alguns povos búlgaros uma vez por ano no dia 6 de março (veja vídeo no final).
Trichane na kucheta - bulgaria No ritual, uma corda é enrolada em torno do corpo de um cão e ele é suspenso acima de um rio. Na medida em que a corda está torcida, o cão gira velozmente enquanto é levantado. No final, a vítima cair na água assustada e ao som de fortes gargalhadas de todos os que assistem ao “espetáculo”.
Segundo os organizadores, os cães não morrem e nem ficam feridos durante o ritual. Mas segundo testemunha do impactante espetáculo, há caso em que os animais se afogam ao cair na água totalmente desorientados, cansados e sem forças para nadar.
Trichane na kucheta Por outro lado, as organizações para a proteção e direito dos animais da Bulgária, Europa e América se opõe firmemente à celebração desse ritual. Assim, a ativista Carmen Martínez, residente em Londres, publicou na Internet uma petição para evitar que o ritual se realize este ano.
A petição estará ativa até o dia 1 de março e até o momento já recebeu mais de 24 mil votos dos 27 mil necessários para a proibição do ritual.
Trichane na kucheta - bulgaria 10Trichane na kucheta - bulgaria 11Trichane na kucheta - bulgaria 12

1 comentários:

  1. Anônimo diz:

    isso sim é uma grande cachorrada...

Postar um comentário