quarta-feira, 19 de março de 2014

Elas são drogas raras mas perigosas

krokodilpost Em primeiro lugar, não poderia deixar de citar o krokodil (crocodilo, em português), uma droga que surgiu na Rússia, mas se espalha rapidamente pelo Europa.

Ela uma mistura do derivado de ópio, o fármaco codeína, e uma série produtos químicos: solvente de tinta, ácido clorídrico, iodo e fósforo vermelho. Seus efeitos são semelhantes aos da heroína, mas o seu custo é 3 vezes inferior.
crocodillo Depois de algum tempo de uso, os vasos sanguíneos se rompem, os tecidos cutâneos “morrem” e se soltam do corpo. A expectativa de vida para quem é usuário dessa nova droga é de 1 a 3 anos. É também conhecido como heroína canibal (veja mais detalhes aqui).
Veja abaixo algumas substâncias entorpecentes bem estranhas e bem nocivas à saúde encontradas pelo mundo.
Shabú Shabú – É conhecida na Ásia como a drogas dos pobres. É uma metanfetaminas em estado puro. Seus efeitos são muito poderoso, capaz de deixar uma pessoa sem dormir por 3 dias para depois dormir 3 dias. Ao acordar, a pessoa fica em estado de depressão. Ela é fumada em um cachimbo.
Ayahuasca Ayahuasca – É uma droga alucinógena usada em rituais religiosos. A bebida é feita a partir da mistura de um cipó e das folhas de um arbusto amazônico, produz um efeito alucinógeno e costuma causar visões e experiências místicas em seus usuários.
Ela é utilizada como Peru, Equador, Colômbia, Bolívia e Brasil e ainda por pelo menos 72 diferentes tribos indígenas da Amazônia. Ela é utilizada no Peru, Equador, Colômbia, Bolívia e Brasil e ainda por algumas tribos indígenas da Amazônia.
Popper Popper – É uma droga muito utilizada em certos círculos homossexuais. A Judá a desinibição e au8enta o prazer sexual. Trata-se de um vaso dilatador consumido por inalação, mas muito perigoso.
Estramonio Estramonio – Ela é conhecida desde a antiguidade. Tem fins medicinais, mas também é usada por usuários de drogas recreativas. Tem propriedades hipnóticas e alucinógenas. É conhecida também com trompete do diabo, erva louca e figueira do inferno.
Khat Khat – A erva contém o alcaloide chamado catinona, um estimulante similar à anfetamina, que causa excitação e euforia.
Jenkem – O jenkem consiste literalmente em inalar os gazes de fezes humanas fermentadas. Sua origem é o continente africano, no final dos anos de 1990.
Pó de anjo ou PCP Pó de anjo ou PCP – É um pó branco cristalino que se dissolve facilmente em água ou álcool. Vem também em forma de comprimidos, que pode ser inalado, fumado ou por via oral. Foi usado na década de 1950 como um anestésico intravenoso, mas não foi mais utilizado devido aos efeitos colaterais (agitação, delírio...).
Ela afeta o funcionamento do cérebro, bloqueando a capacidade de concentração e raciocínio lógico. Altera a percepção, o pensamentos e o estado de espírito.
Seu uso regular produz distúrbios emocionais, perda de memória, dificuldade em falar e pensar, sintomas depressivos e perda de peso, que podem persistir por até um ano após a interrupção do uso.
O PCP potencializa o efeito de outros depressores do sistema nervoso central, como o álcool e as benzodiazepinas (fármacos ansiolíticos), podendo até colocar em risco a vida.
Special K Ketamina – Pode ser encontrada na forma de pó, líquido e comprimido. É conhecida popularmente como Special K.
Em doses baixas, produz efeitos similares à bebedeira alcoólica. Já em doses altas, pode provocar uma “viagem” intensa, com delírios, perda da noção e do espaço de tempo e distorção da realidade.
É uma substância muito perigosa que pode provocar ansiedade, paranoia e paradas respiratórias e cardíacas. Seu consumo habitual produz alterações de memória e de concentração. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário