domingo, 2 de março de 2014

Pesquisadores criam detector de mentiras espalhadas pelas redes sociais

Mentiras nas redes sociaispost É possível desenvolver um detector de mentiras para o Twitter e o Facebook ? Parece que sim. Um grupo de pesquisadores da Universidade de Sheffield (Inglaterra) está testando o que seria um detector de mentiras para os fóruns online e as redes sociais, onde muitas pessoas tendem a se mostrar de uma forma que não corresponde ao real.

Financiado pela União Europeia, o projeto foi apelidado de Pheme (deusa grega conhecida por espalhar rumores). Segundo seus criadores, o sistema é capaz de farejar todas as mentiras que são postadas em redes sociais e as classifica em 4 grupos: especulativos, polêmicos, rumores e desinformação.
O sistema será capaz de analisar em tempo real se uma publicação é verdadeira e identificará se uma conta ou perfil de uma rede social foi criada apenas para espalhar informações falsas.
protestos em Londres em 2011a Kalina Bontcheva é a líder do projeto. Ela explica que durante os protestos em Londres em 2011 “surgiram rumores de que as redes sociais seriam fechadas no Reino Unido para evitar a organização dos manifestantes”. E isso de fato não era verdade.
“Nosso sistema tem como objetivo o acompanhamento e a verificação das informações em tempo real. As verdades espalhadas pelas redes sociais são tão importantes quanto identificar o que é mentira. O problema é que tudo acontece muito rápido que não conseguimos separar verdades e mentiras. Isso dificulta na hora de responder a rumores, como, por exemplo, quando serviços de emergência precisam desmentir um boato para manter a situação calma”, diz Bontcheva. Fonte