segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Cientistas criam uma tatuagem que gera eletricidade com o suor produzido durante atividade física

tatuagem que gera eletricidade 1post Um grupo de cientistas da Universidade da Califórnia (EUA) desenvolveu um sensor aplicado como tatuagem capaz de gerar energia elétrica a partir do suor humano produzido durante atividades físicas (veja vídeo no final).
O objetivo inicial era chegar a um diagnóstico médico em pessoas com altos níveis de ácido lático, um composto naturalmente presente no suor, e que necessitam de tratamento. A pesquisa liderada por Joseph Wang, doutor em Nanoengenharia da universidade, e apresentada na Sociedade Americana de Química.
biotatuagem 1
Jia diz que aumentar a produção de energia é um dos desafios que seu laboratório precisa vencer para desenvolver o produto comercialmente. O objetivo é obter  energia renovável produzida pelo corpo humano para alimentar aparelhos eletrônicos de pequeno porte.
Os testes foram realizados em 15 voluntários. A tatuagem sai com o tempo, porque é feita apenas de tinta sem a perfuração da pele. Para criar uma forma mais rápida e confortável de realizar esse teste, Jia acoplou um sensor de lactato a uma tatuagem temporária. "Eu mesmo a usei. Você sequer a sente. É como uma tatuagem de verdade", disse Wenzhao Jia, também pesquisadora da universidade.
Em uma sessão de bicicleta ergométrica de intensidades variadas durante 30 minutos, voluntários usando as tatuagens geraram até 70 microwatts por centímetro quadrado de pele.
"Mas nossos eletrodos têm só 2x3 milímetros de tamanho, e geram cerca de 4 microwatts - um pouco pequenos para gerar energia suficiente para carregar um relógio digital, por exemplo, que requer 10 microwatts", explica Jia.