quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Apple e Facebook pagam o congelamento de óvulos de suas funcionárias. Barriga de aluguel também

Woman's hourglass post As poucas mulheres que trabalham na Apple e no Facebook no Vale do Silício (EUA) podem adiar a maternidade para se dedicar à carreira, com o direito ao congelamento de seus óvulos, incluído no seguro de saúde, segundo informa o site da NBC News.

A Apple foi a primeira a oferecer essa opção e começará a realizar tal procedimento a partir de 1 de janeiro do próximo ano. A empresa de tecnologia californiana afirma que essa decisão vem reforçar os benefícios que oferece às suas trabalhadoras.
No programa também consta prolongamento da licença maternidade, apoio ao tratamento de infertilidade e assistência financeira no processo de adoção de crianças. A Apple arcará com os custos totais em quaisquer procedimentos.
barriga de aluguel
O Facebook bancará custos referentes à  barriga de aluguel.
Já o Facebook não deu muitas explicações sobre o assunto, mas garantiu que pagará até 20 mil dólares sobre as despesas relativas ao procedimento. Oferecerá também apoio à adoção de crianças e bacará custos referentes à barriga de aluguel, bem como outros serviços de fertilidade para seus funcionários de ambos os sexos.
Kellye Sheehan, da organização norte-americana Women in Technology, admitiu ao USA Today que este tipo de incentivo é positivo, principalmente quando a mulheres não tem poder financeiro, mas questiona se essa não uma atitude para pressionar a mulher a alterar as suas prioridades.
Segundo estatísticas, 70% dos 98 mil funcionários da Apple são do sexo masculino. A percentagem é bem semelhante no Facebook