sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Game da luta violenta entre Aécio e Dilma viraliza

The Urna Fight Combatpost Depois do último debate (?) entre Aécio Neves e Dilma Rousseff, realizado ontem (16), no SBT, onde os presidenciáveis se destroçaram nas trocas de baixarias, acusações e agressões, o game  “The Urna Fight Combat”, criado por jovens editores do Projeto Brasil , viralizou total nas redes sociais.
No debate (?), os distintos candidatos à Presidência do Brasil agiram como qualquer personagem dos games de lutas violentas, onde o vencedor é aquele mais sangrento. Algo como o Postal 2 (2003), considerado um dos games mais violentos é proibido em diversos países. Nele, pode-se enfrentar o adversário com todo o tipo de arma: facas,  pás, tesouras enferrujadas e até incendiar tudo com gasolina.
Os candidatos começaram a batalha campal logo na abertura do debate, quando responderam à pergunta "Por que quer ser presidente da República?" E durante os 3 blocos de discussão, Dilma e Aécio pouco discutiram propostas. O embate foi mais na pancadaria. Bem, temos ainda mais 2 rounds dessa luta insana (Record e Globo). Ufa!!!
O jogo eleitoral brasileiro não fica muito longe desse terror. Todo o tipo de agressão é válida. Pode-se lançar no adversário qualquer tipo de agressões virulentas como se estivessem em uma luta do UFC, onde os adversários se estatelam no octógono.

Temas como economia, educação, saúde, segurança e mobilidade urbana, por exemplo,  não tem a menor importância para os nossos ferozes combatentes. O que vale mesmo é uma verdadeira luta campal para governar esse já violento Pindorama, assim como é visto no “Mortal Kombat” (imagem abaixo).

Realmente, o brasileiro não merece esse tipo de conceito político e/ou partidário vomitado na TV como se fosse um arraca-rabo dos insuportáveis reality shows televisivos. No caso do debate (?) do SBT, só faltou o senhor SS entrar e atirar seus aviãozinhos de 100 reais para aplacar os ânimos dos belicosos candidatos à Presidência, diga-se. Enfim, a TV brazuca já está infestada de merda. Não precisamos de mais.  
Moral Kombat
Segundo as últimas pesquisas do Datafolha e do Ibope, os combatentes  presidenciáveis  estão empatados, considerando a margem de erro  que é de 2 pontos percentuais.