terça-feira, 7 de outubro de 2014

Nasa quer hibernar astronautas em viagem a Marte

Hibernautas - Martepost A Nasa está realizando estudos para encontrar uma maneira de reduzir os custos para enviar seres humanos a Marte. Um deles é submeter seus astronautas a um sono profundo durante a viagem ao planeta vermelho.

Conhecido como hibernação ou torpor, este sono profundo reduzirá as funções metabólicas dos astronautas com os procedimentos médicos disponíveis. A letargia também pode ocorrer naturalmente nos casos de hipotermia, que coloca os astronautas em um sono profundo durante toda a viagem de ida, que na melhor das hipóteses levaria 180 dias.
Com isso, a nave poderia ser muito menor, porque não seria necessário fornecer espaço para exercícios nem levar muito equipamento, tais como roupas, alimentos e água. O que reduziria o peso da nave de 400 para 220 toneladas. Os "hibernautas" viajariam dentro de cilindros blindados para protegê-los da radiação cósmica.
Casulo de  hibernação - Marte
O financiamento para a pesquisa saiu do programa Niac (Conceitos Avançados Inovadores da Nasa), que só financia projetos arriscados.
A letargia é reconhecida como uma teoria desde a década de 1980, e está representada em inúmeros filme de filmes de ficção científica. Mas desde 2003 é uma realidade médica aplicada no tratamento de pacientes vítimas de traumatismos que merecem cuidados intensivos.
Atualmente, boa parte dos centros médicos tem protocolos para induzir o sono para manter os pacientes com vida até receber o tratamento de que necessitam. No momento, a duração desse período é limitado em uma semana, mas isso não significa que esse tempo não possa ser estendido.
Segundo o engenheiro aeroespacial da Spaceworks, March Schaaffer, até o momento não houve a necessidade de induzir a hipotermia em pacientes com mais de 7 dias. "Não tivemos a necessidade de manter alguém nesse estado por mais de 7 dias. Entretanto, para missões humanas a Marte , precisamos pensar em 90 ou 180 dias. Fonte

0 comentários:

Postar um comentário