domingo, 18 de janeiro de 2015

Cameron Diaz declara guerra à depilação pubiana

Cameron Diaz AA post
  "Meninas, eu a mantenho completamente vestida." Esta é uma das frases de Cameron Diaz em defesa dos pelos pubianos feminino. Lançado em janeiro do ano passado, o seu livro “The Body Book” ainda é polêmico. Na verdade, não é mais uma frase perdida em um oceano de frases bem intencionadas.
cameron-diaz-livro
"Os pelos pubianos servem como uma linda cortina àquele que talvez esteja cortejando a sua sexualidade. Eles mantêm os seus tesouros privados, o que pode atiçar um amante a dar uma olhada no que você tem para oferecer", filosofa a atriz.
No livro há todo um capítulo dedicado ao assunto intitulado “In Praise of pubes” (exaltação do púbis, em português). Nesse capítulo, a atriz detona sem meias palavras a conhecida depilação brasileira, tão exaltada na indústria pornográfica,  e que priva as mulheres de algo que a natureza gentilmente cedeu. “Adorável cortina de pelos pubianos que circula essa gloriosa e delicada flor”, diz a atriz com ar de poetisa. 
“Eu ouvi falar que há uma tendência entre as jovens de depilar as partes íntimas completamente  a laser. Pessoalmente, eu acho que remoção permanente de pelos a laser uma ideia louca”, argumenta Cameron contra os procedimentos de depilação permanente. 
Outra que se une a essa batalha é a jornalista espanhola Caitlin Moran. Em seu livro “Cómo ser mujer” (como ser mulher, em português) ela abre uma frente pesada sobre o assunto qualificado por ela como “os horrores de tal prática”. 
Quem também entra nessa briga com tudo e a agência de publicidade Mother London com o seu Projeto Bush. O objetivo é mostrar às mais jovens que os pelos pubianos são naturais e que não é necessário arrancá-los. Fonte
  project_bush