segunda-feira, 2 de março de 2015

Dakota Johnson faz paródia sobre Estado Islâmico e causa grande polêmica na redes sociais

Dakota Johnson 01credito  A atriz Dakota Johnson protagonizou uma paródia sobre os jihadistas do Estado Islâmico (EI), exibida no programa de televisão Saturday Night Live no último sábado (28), e provocou uma grande polêmica (veja vídeo no final).
A paródia desagradou muitas pessoas e rapidamente se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. O esquete também foi abordado por canais de televisão como CNN e ABC, que questionaram se os humoristas foram longe demais e se o quadro poderia representar uma falta de respeito às vítimas dos terroristas.
Por outro lado,  a mãe de Dakota, a atriz Melanie Griffith, utilizou as redes sociais para elogiar o trabalho de sua filha. "Adorei sua gravidade, seu ritmo para a comédia, sua elegância, adorei tudo o que fez!", disse ela.
O vídeo foi inspirado em um anúncio da Toyota (acima), que foi veiculado pela primeira vez no Super Bowl deste ano. Nele, uma jovem se despede de seu pai para se alistar no exército.
Na paródia, quem parte é a protagonista de “50 Tons de Cinza”, mas para se unir ao Estado Islâmico. O pai emocionado diz: “Tenha cuidado, OK?”. A jovem, que já está fora do carro, se debruça sobre a janela e responde: “Papai, é só o EI.
Em seguida ela aparece sobre uma caminhonete com jihadistas armados e com as insígnias do grupo terrorista. Preocupado, o pai pede para que cuidem dela e tem como resposta de um dos combatentes um aceno com a cabeça e um sonoro "morte aos Estados Unidos", além de tiros de metralhadoras disparados para o ar.

Internautas que se dizem aliados do Estado Islâmico ameaçaram no domingo (1º) matar funcionários do microblog Twitter devido ao bloqueio feito pela empresa às publicações dos feitos da milícia radical.
A mensagem em árabe foi direcionada ao fundador da rede social, Jack Dorsey, e compartilhada por militantes virtuais da facção. "Sua guerra virtual contra nós provocará uma guerra real contra você", diz o texto, de autoria desconhecida.

0 comentários:

Postar um comentário