terça-feira, 2 de junho de 2015

Estudo: obcecados por selfies tem problemas mentais

Por Zém - De acordo com um estudo feito pela Universidade de Brunell (Londres), as pessoas obcecadas por selfies podem ter problemas de autoestima ou até mesmo mental. Para chegar a essa conclusão, os cientistas analisaram 555 perfis de usuários do Facebook.
Segundo eles, as pessoas que constantemente alardeiam suas qualidades tendem a ser conduzidas pelo narcisismo, um “problema psicológico”. Para eles, as pessoas que se “admiram a si mesmas” podem causar uma forte rejeição de alguns usuários desse tipo de rede social.  
Este estudo, segundo o jornal espanhol ABC, destaca que os casais que geralmente se mostram mais felizes, seja publicando fotos insinuando que se amam ou de viagens, podem ser vítimas de baixa autoestima.
Na semana passada, Felipe Andreoli causou polêmica ao fazer uma brincadeira com Rafaella Santos, a irmã do craque Neymar. No Facebook, o repórter escreveu: “Nome: Irmã do Neymar, Profissão: irmão do Neymar, Função: postar fotos diárias com famosos de biquíni em iates e baladas”. Já Kim Kardashian é considerada a rainha do selfie.
Nesse sentido, os pesquisadores descobriram que os usuários que costumam compartilhar muitas selfies no Facebook praticando esporte, seja ao ar livre ou na academia, são os que mais gostam de receber “curti”, ou seja: querem apenas ter a atenção que desejam.
O fenômeno dos chamados selfies está sendo estudado há alguns anos. A revista "Personality and Individual Differences", por exemplo, publicou um estudo ano passado realizado pela a Universidade de Ohio com 800 homens entre 18 e 40 anos.

A conclusão foi a de que os homens que publicam muitas selfies em redes sociais são mais “propensos a desenvolver sinais de psicopatia”, um transtorno de personalidade caracterizado por um comportamento antissocial. Além disso, reflete um comportamento narcisista, principalmente aqueles que retocam as imagens antes de postá-las. 

4 comentários:

  1. Anônimo diz:

    Fonte???

    Anônimo diz:

    E precisa de fonte? Tirar selfie já é ridículo e um monte delas é pior ainda!

    Zém diz:

    As fontes estão no primeiro parágrafo e terceiro: Universidade de Brunell e jornal espanhol ABC

    Anônimo diz:
    Este comentário foi removido por um administrador do blog.

Postar um comentário