sexta-feira, 10 de julho de 2015

Cantora sertaneja detona Monica Iozzi: "Desculpa escrachar, seus heróis morreram de overdose"

Mônica Guedes - lobaPor Zém - A cantora sertaneja Mônica Guedes usou as redes sociais, na noite da última terça-feira (7), para criticar a declaração de Mônica Iozzi durante o “Vídeo Show”. Na ocasião, a apresentadora disse que os jovens precisavam ouvir mais Cazuza e menos sertanejo e funk.
“Minha filha, curto rock anos 80. Aliás, iniciei minha carreira no rock! Curto algumas músicas do Cazuza, do Legião Urbana, mas tenho orgulho de hoje ser bem sucedida cantando música sertaneja. Seus heróis morreram de overdose há milhões de anos”.
E continuou “Os meus (sertanejos) morreram na estrada trabalhando. Não me venha falar de ‘bons exemplos’, pois ninguém é santo. Desculpa escrachar, mas detesto preconceito musical. Ô mania de criticar o gosto dos outros. Cada um ouve o que quiser”, disparou.
Monica Iozzi aaaToda a polêmica foi disparada quando a ex-CQC chamou um clipe para relembrar o legado dos artistas. Ao voltar para o estúdio, ela recomendou que os telespectadores assistissem à cinebiografia de Cazuza, estrelada por Daniel de Oliveira.
Em seguida, a apresentadora sugeriu que o público jovem trocasse os hits sertanejos por músicas do roqueiro. "Quem não conhece o Cazuza, o pessoal mais novinho, vá ouvir Cazuza, gente. Vamos deixar um pouquinho o sertanejo universitário de lado, vamos ouvir um pouquinho mais de Cazuza para a gente ter um mundo melhor", aconselhou.
Outro global que criou uma grande polêmica foi Zeca Camargo ao comentar a morte de Cristiano, na GloboNews: “sertanejo não tem cultura”. “Zeca está completamente desinformado a respeito do movimento sertanejo. Acho um preconceito e ele é um babaca. A forma como ele falou foi completamente nojenta. O microfone é uma arma, então é preciso estar informado”, rebateu a dupla Hugo e Tiago.