quinta-feira, 9 de julho de 2015

Fãs de heavy metal dos anos 80 são mais felizes

Metal-heavyPor Zém - Segundo um estudo divulgado pelo jornal norte-americano especializa em medicina Self and Identity, aqueles que curtiram heavy metal nos anos de 1980 tiveram uma juventude mais feliz e equilibrada e se tornaram adultos mais felizes.
O estudo também acrescenta que eles estão atualmente bem mais resolvidos que “seus companheiros que seguiram outros estilos musicais”. Além disso, destaca que os metaleiros dos 80 são mais felizes que os jovens atuais.
Com o título de “The Life Experiences And Mid-Life Functioning Of 1980s Heavy Metal Groupies, Musicians And Fans”, o estudo analisou 387 adultos: 154 que ouviam metal na década de 80, 80 que ouviam diferentes tipos de música e 153 estudantes universitários da Califórnia.
heavy metalA conclusão foi que os metaleiros relataram níveis mais elevados de felicidade quando jovens e também eram menos propensos a ter arrependimentos de coisas que haviam feito na adolescência.
A chave para essa felicidade, aponta o estudo, pode estar no senso de comunidade. “O apoio social é um fator crucial de proteção para jovens problemáticos”, segundo os pesquisadores. “Os fãs e músicos puderam experimentar altos níveis de emoção em grupo”.
"O apoio social é um fator fundamental de proteção para os problemas da juventude. Os que curtem e os músicos sentem uma espécie de parentesco no heavy metal, que se converte em um veículo para experimentar elevadas emoções com pessoas afins", diz um dos autores à revista norte-americana Billboard.

1 comentários:

  1. Tem a ver com gostar do que se gosta, não com botar a individualidade fora se enquadrando em requisitos sociais.

Postar um comentário