quinta-feira, 23 de julho de 2015

O ritual detox não tem qualquer comprovação científica: ”pra quem vende, é um bom negócio”

Dieta  detoxPor Zém - Acreditava-se que seria mais um daqueles modismo passageiro, mas o ritual detox ganhou bastante espaço. No último inverno europeu, os sucos foram substituídos pelas sopas detox.
E a mania, claro, ganhou um monte de adeptos nesse inverno brasileiro. Badalado pelas modelos e atrizes famosas o suco detox virou moda - e também um negócio muito lucrativo.
O propósito das dietas detox, seja em sopa ou suco, é introduzir alimentos mais naturais, isentos de aditivos. Em geral, eles são diuréticos, ricos em vitaminas e minerais e prometem eliminar as toxinas decorrentes de exageros.
o ritual detoxO portal MSN entrevistou Cynthia Antonaccio, conselheira do Conselho Regional de Nutrição de São Paulo, sobre o assunto. Segundo a nutricionista, “não há qualquer comprovação científica” sobre essa eficiência.
Em julho do ano passado, o programa de TV “Fantástico” entrevistou alguns médicos sobre a eficiência da dieta detox. “Não há evidência científica que esses suplementos tenham qualquer efeito benéfico ou terapêutico em pacientes”, disse o dr. Gilberto de Nucci, professor da Unicamp. “Na verdade, eles trazem um único benefício: pra quem vende, é um bom negócio”, finaliza o professor.
Produtos detoxA segunda avaliação foi feita pela Anvisa, a agência que regulamenta os alimentos e medicamentos no Brasil. Os técnicos verificaram tudo o que estava escrito nas embalagens e nos sites dos fabricantes. O resultado revelou que todos os produtos estão irregulares porque são registrados como alimentos, mas prometem efeito de medicamento sem nenhuma comprovação de eficácia.
O Fantástico também levou um suco detox para o chefe do Departamento de Estudos da Obesidade do Hospital das Clínicas de São Paulo, dr. Marcio Mancini, endocrinologista. “Eu não acho saudável esse tipo de procedimento. Isso parece muito mais uma crença religiosa do que um conhecimento que vem da ciência.
detox“Nós não temos evidencias científicas de que realmente ela funcione como uma dieta desintoxicante. Não havendo evidencias científicas, o Conselho orienta as pessoas a terem cuidado na sua utilização”, informa Liane Quintanilha Simões, do Conselho Federal de Nutricionistas.