segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Netflix já assusta e vira o Uber da TV por assinatura

Netflix 01APor Zém - A Netflix deverá faturar mais de 500 milhões de reais no Brasil neste ano e já conta com mais de 2,5 milhões de usuários brasileiros ativos, segundo informações divulgadas pelo portal UOL.
Esses valores representam uma imensa fatia do mercado audiovisual brasileiro. A receita do streaming de filmes e séries já é superior ao que emissoras como Band e RedeTV!, quarto e quinto maiores canais da TV aberta, registram por ano.
Os números, aliás, são apenas estimativas moderadas. Não são divulgados faturamento exato ou quantidade de usuários no Brasil. A Netflix apenas diz que tem 65 milhões de clientes no mundo.
Netflix 1Estimativas feitas a partir monitoramento de logins e downloads de vídeo na internet, porém, indicam que o faturamento pode estar perto de 1 bilhão de reais e o número de assinantes chegando aos 4 milhões. Ou seja, o mesmo que o SBT, a segunda maior emissora aberta do País.
Esse crescimento está assustando e incomodando operadoras de TV a cabo. Donos e representantes dessas empresas reclamam que a Netflix paga uma carga menor de impostos, levando vantagem na competição e reduzindo custos em 50%. Algo muito parecido visto com o Uber e os taxistas.
ICMS e Condecine (Contribuição para o Desenvolvimento da Indústria Cinematográfica Nacional) são as principais taxas que operadoras de TV por assinatura pagam e a Netflix, por ser um serviço OTT (over-the-top), fica isenta. A economia, segundo empresários da TV paga, poderia chegar a 110 milhões de reais.
Netflix 001
O Netflix anunciou sua primeira série original brasileira. "3%" terá no elenco João Miguel e Bianca Comparato. O cineasta e diretor de fotografia uruguaio Cesar Charlone foi escalado para dirigir a primeira temporada. O seriado será lançado em todo mundo em 2016.

0 comentários:

Postar um comentário