terça-feira, 15 de setembro de 2015

Jornal Charlie Hebdo causa enorme indignação ao publicar caricatura de menino sírio morto

Charlie Hebdo - Aylan Kurdi 3Por Zém - Depois de ser destaque no mundo por um atentado que matou 12 pessoas em sua redação, o jornal satírico francês Charlie Hebdo volta a ser notícia. Mas desta vez causando muita indignação e revolta.

A capa do jornal traz uma charge em que faz menção a Aylan Kurdi, o menino sírio encontrado morto em uma praia na Turquia, e um outdoor satirizando o personagem símbolo do McDonald's, onde se lê “Bem-vindos imigrantes! Tão perto do objetivo… Promoção! 2 menus infantis pelo preço de 1”.
Charlie Hebdo - Aylan KurdiNa mesma edição há outra charge em que aparece a figura de um homem que lembra Jesus Cristo e a de um menino se afogando. O texto diz: “Prova de que a Europa é Cristã. Os cristãos andam sobre a água. As crianças muçulmanas afundam”.
As charges têm gerado muitas críticas. No Twitter já está rodando a hashtag #jenesuispasCharlie (Eu não sou Charlie, em francês, em português), frase que faz oposição a #eusouCharlie, lançada quando a revista sofreu ataques terroristas em janeiro deste ano.
Alguns jornais reproduziram as caricaturas como se o Charlie Hebdo estivesse zombando com a morte do menino sírio, cuja foto provocou comoção mundial. “Charlie Hebdo zomba da morte de Aylan Kurdi", disse o canadense Toronto Sun.
Charlie Hebdo - Aylan Kurdi 2O tabloide britânico Daily Mirro foi na mesma linha, enquanto o indiano Times of India disse que o semanário é criticado pela caricatura. Outras publicações menores chegaram a condenar os desenhos.
Por outro lado, há grupos que defendem a publicação francesa. Entre eles, o diretor da organização anti-radicalismo Quilliam, Maajid Nawaz. Para ele, trata-se de uma crítica à Europa. "A imagem sobre os cristãos andando na água enquanto os islâmicos afundam é uma crítica óbvia à hipocrisia do amor cristão europeu", disse Maajid ao jornal britânico The Independent.
Quilliam

0 comentários:

Postar um comentário