segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

WhatsApp deixará de cobrar taxa de assinatura

WhatsAppPor Zém - Muitas pessoas não sabem, mas o WhatsApp é pago. Ele cobra 0,99 de dólar por ano dos usuários, embora há  relatos de pessoas que usam o aplicativo há anos e jamais pagaram para pelo serviço.
Nas próximas semanas o app deixará de pago após um ano do uso do serviço: ou seja, vai ser definitivamente gratuito. Quem garante isso é prórpio  fundador do serviço,  Jan Koumé  A informação foi publicada no blog da companhia nesta segunda-feira (18).

"Estamos felizes de anunciar que o WhatsApp não irá mais cobrar taxa de assinatura. Conforme crescemos, descobrimos que essa abordagem não funcionou bem. Muitos usuários do WhatsApp não têm cartão de débito ou crédito e ficavam preocupados em perder acesso a seus amigos e família após seu primeiro ano. Então, nas próximas semanas, iremos remover as taxas das diferentes versões do aplicativo, e o WhatsApp não mais irá cobrar pelo serviço", disse Jan.
A empresa esclareceu que, mesmo com a retirada das taxas, não pretende introduzir anúncios no aplicativo. No entanto, disse que a partir deste ano, testará ferramentas que permitirão aos usuários utilizar o WhatsApp para se comunicar com empresas e organizações que desejarem.
"Isso pode significar se comunicar com seu banco sobre se uma transação recente foi fraudulenta, ou com uma companhia aérea sobre um voo atrasado", afirmou a empresa, sem dar mais detalhes.
Aliás, isso não é novidade. A mesma estratégia foi adotada pelo Facebook Messenger, que também passou a oferecer serviços diversificados para gerar receita: a possibilidade de conversar com empresas, transferir dinheiro para amigos e até mesmo fazer um pedido de carro ao Uber.

Confira a seguir dez dicas e funções pouco conhecidas

1. Evite que saibam que você leu uma mensagem  -  É mais fácil para quem tem um celular com sistema Android: basta baixar a versão beta do aplicativo e ir em Configurações > Informações da Conta > Privacidade e desmarcar a opção "Confirmação de leitura".

Para iPhone, é um pouco mais complicado. Primeiro, é preciso desbloquear o sistema do aparelho, um processo conhecido como "jail break", que permite baixar aplicativos que não estão na loja oficial de aplicativos da Apple, a App Store. Depois, é preciso baixar o aplicativo "WhatsApp receipt disabler", da Big Boss, que permite desativar a notificação de leitura.

Bônus: quando esta opção estiver ativada, é possível saber a hora em que o destinatário leu a mensagem, clicando sobre ela e movendo o dedo para a direita.

2. Envie arquivos em outros formatos - O WhatsApp só permite enviar arquivos de foto, áudio e vídeo. Mas, ao usar outros aplicativos, como "Cloud Send" no Android ou "MP3 Music Dowloader" no iPhone, é possível mandar arquivos PDF ou documentos do programa Word.

3. Bloqueie seu WhatsApp - Mesmo que os celulares tenham senha para bloqueá-los, isso não parece ser suficiente para alguns. Se for o seu caso, use o aplicativo "WhatsApp Lock" para instalar uma senha para acessar o programa.

4. Veja notificações pelo computador - Aplicativos como "Notifyr" no iPhone e "Desktop Notifications" no Android permitem ver as notificações que chegam ao celular por meio do computador. Normalmente, é preciso instalar o aplicativo no celular e um outro programa, conhecido como extensão, no computador.

5. Instale o WhatsApp em seu tablet com Android - O WhatsApp não permite a instalação em um tablet, mas há uma saída. No tablet, é preciso baixar a última versão do WhatsApp no formato APK, que pode ser encontrada no site do aplicativo, na versão para escritórios.
Também é necessário baixar o aplicativo SRT AppGuard, que impede que o aparelho seja reconhecido pelo mensageiro como um tablet.

No SRT AppGuard, selecione "WhatsApp" e pressione "Monitor", o que permite a este programa fazer uma revisão do WhatsApp.

Quando isso terminar, desative as funções "read phone status" e "identity under Phone calls". Depois, ative o WhatsApp usando sua linha de telefone fixa para receber uma chamada com o código de verificação de três números. Introduza o código no WhatsApp e pronto.

6. Evite que saibam quando você usou o programa pela última vez - O WhatsApp exibe abaixo do nome do contato a hora em que ele entrou no aplicativo pela última vez. Para evitar que isso seja informado há outro truque: vá em Configurações > Informações da Conta > Privacidade > Visto por último. Ali haverá três opções: Todos, Meus Contatos, Ninguém. Escolha a que mais lhe agradar e, assim, tenha um pouco mais de privacidade.

7. Recupere conversas que foram apagadas - Você pode ter apagado uma conversa por acidente. Ou fez isso de propósito e se arrependeu. Às vezes, o celular guarda a conversa em sua memória. Mas, quando o programa é desinstalado e instalado novamente, ele pergunta ao usuário se quer restaurar o histórico de mensagens. Assim, você pode ter suas conversas perdidas de volta.

8. Evite que fotos e vídeos sejam baixados para o celular automaticamente - Uma das razões pelas quais mais se usa a franquia de dados de um plano é o fato das fotos e vídeos que chegam ao WhatsApp serem baixados pelo programa por conta própria - e muitos destes arquivos você pode nem querer ver.

Para evitar isso, há um truque fácil: faça este caminho Configurações > Opções de Conversa > Download automático de mídia. Nesta seção, é possível escolher se você quer que fotos e vídeo sejam baixados só quando se estiver conectado a uma rede WiFi, nunca ou sempre.

9. Veja suas estatísticas no WhatsApp - O programa reúne alguns dados curiosos, como o número de mensagens recebidas e enviadas. Mas isso também pode ser útil: ao zerar as estatísticas, é possível monitorar o uso do programa em determinado período de tempo, algo que pode ajudar a economizar seu pacote de dados. É simples. Vá em: Configurações > Informações da Conta > Uso de rede.

10. Oculte uma imagem sobre outra - Sim, existem aplicativos que permitem mandar duas fotos em uma. Quando uma imagem chega, ao clicar sobre ela, o destinatário pode ver a outra. "Magiapp" no Android e "FhumbApp" no iPhone permitem fazer isso.

0 comentários:

Postar um comentário