terça-feira, 15 de março de 2016

Múltiplas tatuagens podem melhorar seu sistema imunológico, diz estudo da Universidade do Alabama

Tatuagem APor Zém - Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade do Alabama (EUA), e publicado no American Journal of Human Biology, trouxe uma boa notícia para quem curte tatuagens. Segundo o estudo, pessoas que se tatuam com frequência apresentam melhores respostas imunológicas contra infecções comuns.

As amostras, colhidas antes e depois dos voluntários serem tatuados, indicaram que quem é frequentemente submetido a sessões de tatuagem passa por reações imunológicas semelhantes a dos praticantes de musculação.
Tatuagem 1"A resposta do corpo às tatuagens é semelhante ao da musculação quando praticada por um sedentário. Inicialmente, os músculos ficam machucados, mas se você continuar, eles se recuperam com o tempo. Depois da resposta ao estresse seu corpo retorna a um equilíbrio. No entanto, se você continuar estressando seu corpo continuamente, em vez de ele retornar ao ponto inicial, ele fica mais forte", diz o dr. Christopher Lynn ao site da universidade
Na saliva coletada, os pesquisadores mediram os níveis de imunoglobulina A - anticorpo responsável pela 'batalha' contra infecções comuns, como a gripe - e de cortisol, hormônio do estresse conhecido por suprimir a resposta imunológica das pessoas.
Tatuagem A1Os níveis de imunoglobulina A caíram significativamente nas pessoas que fizeram sua primeira tatuagem - efeito esperado devido aos imunossupressores do cortisol -, uma resposta ao estresse do procedimento. Porém, o anticorpo diminuiu muito menos entre as pessoas que se tatuavam com frequência. Ou seja, uma tatuagem isolada é capaz de baixar a imunidade das pessoas, mas a visita frequente à mesa do tatuador pode contribuir para evitar um resfriado, por exemplo.

0 comentários:

Postar um comentário